quarta-feira, julho 22, 2009

onde esta a marca do homem, do próprio?


Se você busca a verdade, beba a cerveja Heineken. Quer autenticidade? Fume cigarros Winston. Busca a rebeldia? Compre uma máquina Canon. Está inconformado com a situação do mundo? Coma um hambúrguer da Burger King. Deseja afirmar sua personalidade? Use um cartão Visa. Quer defender o meio ambiente? Espelhe-se no exemplo da Shell. Hoje em dia, a publicidade tem a seu cargo o dicionário da linguagem universal. Se ela, a publicidade, fosse Pinóquio, seu nariz daria várias voltas ao mundo.

Hoje em dia, a publicidade tem a seu cargo o dicionário da linguagem universal. Se ela, a publicidade, fosse Pinóquio, seu nariz daria várias voltas ao mundo.“Busque a verdade”: a verdade está na cerveja Heineken.“Você deve apreciar a autenticidade em todas suas formas”: a autenticidade fumega nos cigarros Winston. Os tênis Converse são solidários e a nova câmara fotográfica da Canon se chama Rebelde: “Para que você mostre do que é capaz”. No novo universo da computação, a empresa Oracle proclama a revolução: “A revolução está em nosso destino”. A Microsoft convida ao heroísmo: “Podemos ser heróis”. A Apple propõe a liberdade: “Pense diferente”.Comendo hambúrgueres Burger King, você pode manifestar seu inconformismo: “Às vezes é preciso rasgar as regras”. Contra a inibição, Kodak, que “fotografa sem limites”.A resposta está nos cartões de crédito Diner's: “A resposta correta em qualquer idioma”. Os cartões Visa afirmam a personalidade: “Eu posso”. Os automóveis Rover permitem que “você expresse sua potência”, e a empresa Ford gostaria que “a vida estivesse tão bem feita” quanto seu último modelo.Não há melhor amiga da natureza do que a empresa petrolífera Shell: “Nossa prioridade é a proteção do meio ambiente”.Os perfumes Givenchy dão eternidade; os perfumes dão eternidade; os perfumes Dior, evasão; os lenços Hermès, sonhos e lendas.Que não sabe que a chispa da vida se acende para quem bebe Coca-Cola?Se você quer saber, fotocópias Xerox, “para compartilhar o conhecimento”.Contra a dúvida, os desodorantes Gillette: “Para você se sentir seguro de si mesmo”.

(do eduardo Galeano: a palavra e a publicidade, aquele mesmo que escreveu as veias abertas da américa latina, que para uns é um clássico e para outros, com perdão do trocadalho do carilho, não passa de latrina, sendo uma sucessão de bluffs e desencontros factuais)

Um comentário:

LC disse...

http://www.youtube.com/watch?v=X_Di4Hh7rK0